JAIME PRADES
BLOG       OBRAS       TEXTOS       CONTATO
NA MÍDIA           CATÁLOGOS           EDITORIAL           JAIME PRADES
DB/ARTEFACTO 2018
CASA & CONSTRUÇÃO 2018
BRASIL FAZ DESIGN 2017
CHAPEL ART COLLECTION 2017
ENTREOLHARES 2016
A ARTE DA RECICLAGEM 2015
REVISTA BRASILEIRA 84 2015
GRÁFICA INTERNACIONAL 2014
PANAMERICANA 50 ANOS 2013
PINACOTECA DO ESTADO SP 2013
NATIONAL GEOGRAPHIC BR 2013
ESTÉTICA MARGINAL 2012
MAC PARANÁ ACERVO 2009
A ARTE DE JAIME PRADES 2009
TUPIGRAFIA 11 2008
ARTE EM SÃO PAULO Nº 31 1985
BRASIL FAZ DESIGN 2017
Editado por Brasil Faz Design e Editora Olhares. Organização: Marili Brandão, Christian Ullmann e Sandra Nedopetalski.


Livro no formato de 24 x 18 cm, 200 páginas.

Reprodução das obras de Jaime Prades na página 153.

Transcrição do depoimento de Jaime Prades publicado na página 149:

“Foi em 1991 que os personagens que grafitava em São Paulo saltaram dos muros e viraram as “miniesculturas”, objetos gráficos produzidos em série.
Em 1993, à convite de Fabio Magalhães, foram expostos no Museu de Arte de São Paulo (MASP) e, a loja Zona D de Andréa Elage, começou a vende-los.
Em 2004, com curadoria de Marili Brandão e Christian Ullman, meus objetos viajaram o mundo. Hoje, depois de 26 anos, batizados de “Absurdos”, com mais de 40 mil exemplares produzidos, fazem parte da história e da vida de muita gente. No limiar entre arte e design, eles são uma espécie de arte popular do futuro aqui e agora.”

Jaime Prades